Distribuição Fernanda Burattini/Gas Natural SPS 02 junho 2005

Gas Natural SPS e órgãos públicos desenvolvem Programa de Prevenção a Incidentes em Obras

A distribuidora de gás natural para a região Sul do Estado de São Paulo, Gas Natural São Paulo Sul, deu início à nova fase do Programa de Prevenção a Incidentes em Obras, desenvolvido em parceria com órgãos públicos de Sorocaba. O programa visa informar os procedimentos de segurança necessários para que sejam evitados incidentes.

Com o grande número de redes de inúmeros serviços no subsolo, como: gás natural, água, esgoto, tv a cabo, fibra óptica, energia elétrica, telefonia, entre outros, se faz necessário o conhecimento das localizações e procedimentos para que, em caso de interferências entre empresas, elas saibam como agir.

A primeira atividade do Programa de Prevenção a Incidentes em Obras foi realizada pelos profissionais da área técnica da Gas Natural São Paulo Sul, em parceria com o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Sorocaba, nos últimos dias 27 e 28 de abril, no auditório do SAAE - Cerrado.

Os técnicos da Gas Natural São Paulo Sul José Nascimento Júnior, coordenador da área de Manutenção e Operação de Redes, Luciana Cristina Pedrão e Eduardo César Bento de Camargo explicaram como são feitas as instalações dos gasodutos de gás natural.

Com o auxílio da Base Operacional de Intervenção da Gas Natural São Paulo Sul, eles também informaram os procedimentos preventivos a incidentes, que devem ser observados pelos colaboradores que efetuam obras ou manutenções no subsolo. Participaram deste treinamento 85 colaboradores do SAAE, que atuam nas instalações e na manutenção das redes de água e esgoto.

Desde 2004, a Gas Natural São Paulo Sul, em parceria com órgãos da Prefeitura Municipal de Sorocaba e de cidades vizinhas, realiza treinamentos sobre as medidas de segurança necessárias. Os próximos cursos serão ministrados, ainda neste ano, à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), ao Corpo de Bombeiros e às Secretarias de Obras e de Defesa Civil das Prefeituras da região .

Sinalização - De acordo com o coordenador da área de Manutenção e Operação de Redes da Gas Natural São Paulo Sul, José Júnior, todas as redes de distribuição de gás natural, sejam elas de aço ou polietileno, são devidamente sinalizadas, por meio de placas de aço, marcos de concreto ou tachões. Estes objetos de sinalização trazem a inscrição de um número de telefone (0800 770 5252) que deve ser acionado sempre que uma empresa for perfurar o solo, próximo a uma rede de distribuição de gás natural, e não apenas em casos de emergência.

“O gás natural é mais leve que o ar e se dissipa rapidamente, em casos de vazamento, sendo mínimo o risco. Nem por isso podemos esquecer que ele é um combustível e que todas as medidas de segurança preventivas a incidentes devem ser tomadas”, destacou José Junior, da Gas Natural São Paulo Sul.

Trabalho em equipe - Os colaboradores do SAAE que participaram do curso aprovaram essa iniciativa. Eles acreditam que a ação contribui para o estabelecimento de um canal eficiente de comunicação entre a Gas Natural São Paulo Sul e empresas parceiras, assim como para o trabalho em equipe.

“Sem dúvidas, o treinamento ajuda a evitar incidentes. As pessoas podem interagir e trocar informações. É uma parceria que minimiza problemas”, afirmou o colaborador do operacional de tratamento de água e esgoto do SAAE José Gilberto Gomes.

“Todo tipo de treinamento de segurança é interessante, pois ajuda a evitar transtornos à população”, frisou o monitor de equipe do setor elétrico do SAAE, José Henrique Quinteiro de Oliveira.
Compartilhe:

Mais Lidos