Produção Valor Online 28 abril 2020

Petrobras tem alta de 2,3% na produção de petróleo em março, diz ANP

 

Mesmo tendo cortado parte de sua produção na última semana de março/2020, frente à queda da demanda, a Petrobras fechou o mês passado com um aumento de 2,3% na sua produção de petróleo no Brasil, ante fevereiro. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a estatal produziu, na média, 2,187 milhões de barris diários em março.


Março/2020 foi o primeiro mês de operações da companhia em meio ao choque de preços do petróleo no mercado internacional. Frente à forte contração da demanda, a companhia anunciou no dia 26 de março um corte de 100 mil barris/dia na sua produção até o fim do mês. Na semana seguinte, a empresa elevou a redução para 200 mil barris/dia, para abril. Os efeitos dessa medida, contudo, só serão sentidos integralmente nos dados operacionais de abril.


No caso do gás natural, o volume manteve-se praticamente estável em março: alta de 0,2%, para 95,686 milhões de metros cúbicos diários (m3/dia).


A produção total de óleo e gás da empresa, no país, foi de 2,789 milhões de barris diários de óleo equivalente (BOE/dia), o que representa uma alta de 1,8%. A Petrobras respondeu, em março, por 74,7% da produção nacional, segundo a ANP.


A produção nacional de petróleo se manteve praticamente estável em março, ante fevereiro. Segundo dados da ANP, o Brasil produziu, na média, 2,968 milhões de barris diários, o que representa uma queda de 0,1% ante fevereiro.


Já a produção total de gás natural do país totalizou 121,734 milhões de metros cúbicos diários (m3/dia), uma retração de 5,5%.


A produção somada de petróleo e gás totalizou, por sua vez, 3,733 milhões de barris diários de óleo equivalente (BOE/dia). O volume representa um recuo de 1,3%.

 

 

Fonte: Abegás/Sindicomb Notícias (27/04/2020)