GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
10ª edição Brasil Offshore | "Brasil Offshore – A ...
(25/6/2019 - 28/6/2019)
Centro de Convenções Roberto Marinho, Macaé (RJ)
FGuaraná Comunicação Estratégica
Horário: terça a sexta-feira, das 14h às 21h

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Produção - Reportagens
  Autor/Fonte: Coluna do Balbi /Terceira Via- Campos
  Data: 11/05/2019

    Firjan diz que estado terá R$ 162.3 bi; 10% do montante serão aplicados em Campos


 Segundo estudo, 82% do potencial virão do setor de petróleo e gás natural


 Em entrevista ao jornal O Globo, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro/ Norte Fluminense, Fernando Aguiar, disse que o estado do Rio de Janeiro vai receber R$ 162,3 bilhões em investimento nos próximos anos e que 10% deles serão investidos em Campos. Segundo estudo da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), 82% do potencial virão do setor de petróleo e gás natural. O levantamento não traz o número de postos de trabalhos que serão abertos no período, mas sinaliza que fatores como a aprovação da reforma da Previdência e a melhoria da segurança pública podem potencializar esses investimentos.

Para o Mapa dos investimentos no Estado do Rio de Janeiro (2019), usamos apenas os investimentos confirmados, que tenham linha de financiamento ou licenciamento definidos. Alguns são de curto prazo, de dois a cinco anos, e outros mais longos, de até dez anos. O hub de gás do Porto do Açu, no Norte Fluminense, por exemplo, já é para 2021. Muitos desses investimentos já começaram— explica Fernando Aguiar, presidente da Firjan Norte Fluminense.

Na pesquisa, que não é realizada desde 2014, estão confirmados 111 grandes investimentos no território fluminense, dos quais 24 contam com a participação direta de empresas estrangeiras, representando 36% do potencial de investimento — ou R$ 48 bilhões. Entre as empresas envolvidas nos negócios previstos, estão  Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Petrobras, a americana Exxon, a japonesa Nissan e a francesa DCNS, que atua no Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha do Brasil (Prosub).

Entre os setores analisados, o de petróleo e gás natural lidera a participação nos investimentos, com R$ 133,2 bilhões, seguido da indústria de transformação, com R$ 19,8 bilhões. Também terão destaque  as áreas de desenvolvimento urbano,  que engloba obras públicas, e infraestrutura, no caso projetos para portos. Na capital, há R$ 2,1 bilhões em investimentos confirmados.

Boa parte do nosso PIB está ligado ao petróleo, então a retomada da economia acaba relacionada a esse setor. Temos capacidade para agropecuária na Zona Rural, algo que é pouco olhado. Tem o setor de tecnologia, já que temos grandes pesquisadores no Rio. Mas a economia do petróleo é muito importante, sobretudo com a regulamentação do setor de gás, podemos ter novas oportunidades. Claro que as coisas podem andar juntas, não precisa parar um setor para começar a investir em outro, avalia Aguiar.

 

Fonte: Terceira Via / O Globo (07/05/2019)

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group

  CopyRight © GasNet - 2013