GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
27th World Gas Conference
(25/6/2018 - 29/6/2018)
Washington, D.C.
IGU - International Gas Union
The World Gas Conference is held every three years in the country holding the Presidency of the Inte ...

 
 
Pipeline Week
(11/9/2018 - 13/9/2018)
The Westin Galleria, Houston, TX USA
Pennwell Corporation

 
 
Rio Oil & Gas 2018
(24/9/2018 - 27/9/2018)
Riocentro - Centro de Convenções, Av. Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca - RJ
IBP

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Distribuição - Artigos
  Autor/Fonte: Abegás - Redação de Notícias
  Data: 28/02/2018

    Comgás considera alternativas de fornecedores a partir de 2020


Volume de vendas da empresa sobe 4,2% em 2017; plano é investir R$ 500 mi em 2018

A Comgás considera outras alternativas de suprimento de gás natural, além da Petrobras, para atender à sua demanda a partir de 2020, quando vence o contrato com a petroleira. O presidente da empresa, Nelson Gomes, afirmou na sexta-feira (23/2) que todas as alternativas são consideradas para garantir o fornecimento. Atualmente, o gás natural consumido na área de concessão da empresa vem, principalmente, da Bolívia.

 Nosso contrato termina em 2019, mas tem que ser considerado o período para retirar volumes que não puderam ser retirados antes. Isso acaba postergando por mais um ano o acordo, explicou Gomes.

Em 2017, a empresa registrou aumento de 4,2% nas vendas de gás natural, totalizando 4,291 bilhões de m³ contra 4,118 bilhões de m³ do ano anterior. Em teleconferência sobre os resultados da empresa, o diretor financeiro e de Relações com Investidores, Rafael Bergman, explicou que foi alcançado graças à conexão de mais clientes dos segmentos industrial e residencial e também a melhoria do cenário econômico, que possibilitou um aumento do consumo por parte do segmento industrial, para onde vai a maior parte do gás canalizado da empresa paulista.

No quarto trimestre, a empresa registrou aumento de 4% nas vendas de gás, que somaram 1,088 bilhão de m³, contra 1,046 bilhão de m³ em igual período do ano anterior.

As indústrias na área de concessão da empresa consumiram em 2017 um volume 3,7% superior à 2016, totalizando 3,391 bilhões de m³ contra 3,269 bilhões de m³. No quarto trimestre de 2017, o segmento industrial registrou um aumento de 3,2% no consumo, ao passar de 848,2 milhões de m³ contra 821,6 milhões de m³.

Já o segmento residencial da Comgás registrou elevação de 5,5% no consumo de gás em 2017, passando de 245,1 milhões de m³ para 258,6 milhões de m³. No último trimestre de 2017, as vendas para esse segmento, no entanto, caíram 0,6%, quando comparado com o mesmo período de 2016, ao passar de 64,087 milhões de m³ para 63,683 milhões de m³.

Por fim, o segmento comercial registrou elevação de 6,3%  no ano passado, ao passar de 135,5 milhões de m³, em 2016, para 144 milhões de m³. No quarto trimestre, registrou 37,7 milhões de m³ contra 35,5 milhões de m³ no último trimestre de 2016, o que representa um aumento de 6,1%.

Investimentos

A Comgás prevê investir até R$ 500 milhões em 2018 e ampliar sua base de clientes para até 1,9 milhão de consumidores contra os atuais 1,7 milhão. Caso este montante se confirme, será um pouco maior do que o volume investido em 2017, que foi de R$ 460 milhões, 1% menor do que os aportes realizados em 2016, que somaram R$ 464 milhões. No último trimestre do ano passado, a empresa investiu R$ 152 milhões, montante 4% menor do que o registrado em igual período de 2015, que foi de R$ 158 milhões.

Ao longo de 2017, a distribuidora paulista conectou 55 indústrias à sua rede, além de 105 mil unidades residenciais e 923 unidades comerciais, totalizando 106 mil novos clientes atendidos com gás canalizado.

O lucro líquido normalizado da Comgás no ano  foi de R$ 640 milhões no ano passado, 29% menor do que no ano anterior, que foi de R$ 901 milhões.

 

Fonte: Brasil Energia Online / Abegás (26/02/2018)

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
Banner Lilás

  CopyRight © GasNet - 2013