GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipam ...
(24/4/2018 - 28/4/2018)
São Paulo Expo Exhibition and Convention Center - Rod. dos Imigrantes Km 1,5
Informa Exhibitions

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Termelétricas - Artigos
  Autor/Fonte: Wagner Freira - CanalEnergia São Paulo
  Data: 01/10/2017

    New Fortress Energy compra usina térmica de 1,3 GW da Bolognesi


 Valor do negócio não foi revelado; projeto será instalado no RS junto com um terminal de regaseificação de GNL

A empresa norte-americana New Fortress Energy, da gestora de ativos Fortress Investment Group, anunciou no dia 26 de setembro de 2017, a aquisição do projeto termelétrico Rio Grande (RS-1,3 GW), movido a GNL e viabilizado pelo grupo gaúcho Bolognesi em leilão federal em 2014. A negociação ocorre após a Bolognesi Energia ter encontrado dificuldades financeiras para viabilizar o empreendimento em função da crise na econômica brasileira que encareceu o crédito no país.

A conclusão da operação está sujeita à aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica. O valor do negócio não foi revelado, porém estima-se que o empreendimento demandará mais de R$ 3 bilhões em investimentos. Além da usina, o projeto prevê a construção de terminal de regaseificação de gás natural liquefeito.

“Este projeto e a importação de GNL terão um impacto significativo no desenvolvimento local e no crescimento econômico, pois fornece outra fonte de combustível ambientalmente amigável para o portfólio de energia do Brasil”, escreveu em nota Brannen McElmurray, diretor-gerente da New Fortress Energy. “Estamos trabalhando duro ao lado de Bolognesi e nossos parceiros locais para obter as aprovações pendentes para que este projeto possa ter sucesso e beneficiar o Brasil”.

O projeto será construído em Porto do Rio Grande, no Rio Grande do Sul e terá uma unidade de armazenamento e regaseificação flutuante conectada a usina de ciclo combinado. O projeto possuí contrato de longo prazo de venda da energia e está programado para entrar em operação em janeiro de 2021.

Uma vez em serviço, a usina fornecerá eletricidade de preço competitivo no mercado brasileiro e proporcionará maior estabilidade da rede devido a sua localização estratégica no extremo sul do país. O terminal de importação de GNL do Rio Grande também servirá os mercados domésticos e regionais de gás natural, fornecendo gás natural abundante e acessível para beneficiar a economia local.

 

Fonte: CanalEnergia (26/09/2017)

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos 2018

  CopyRight © GasNet - 2013