GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipam ...
(24/4/2018 - 28/4/2018)
São Paulo Expo Exhibition and Convention Center - Rod. dos Imigrantes Km 1,5
Informa Exhibitions

 
 
22nd International Conference and Exhibition on P ...
(22/5/2018 - 24/5/2018)
Marriott Houston Westchase, Houston, TX USA
PennWell Corporation

 
 
27th World Gas Conference
(25/6/2018 - 29/6/2018)
Washington, D.C.
IGU - International Gas Union
The World Gas Conference is held every three years in the country holding the Presidency of the Inte ...

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Distribuição - Artigos
  Autor/Fonte: Abegás / Sindicomb Notícias
  Data: 01/06/2017

    Consumo de gás natural na indústria tem alta de 4,5% em fev/17 frente a fev/16


 Consumo total ficou estável no comparativo mensal de 2016

O consumo de gás natural no País manteve-se estável em fevereiro de 2017 ante janeiro. No segundo mês do ano foram consumidos 53,93 milhões de metros cúbicos/dia de gás natural frente 53,87 milhões de metros cúbicos/dia registrados em janeiro – uma variação de 0,12%. Na comparação com o mesmo período de 2016, a retração é de 19,62%, em função do menor despacho termelétrico este ano. O destaque em fevereiro é alta de 4,46% em relação ao mês anterior. No comparativo com fevereiro de 2016, esse segmento apresentou leve recuo, de 0,65%.

As informações integram levantamento estatístico da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), feito com concessionárias em 20 estados, reunindo dados na indústria e nos segmentos residencial, comercial e automotivo, entre outros.

“As regiões mais industrializadas do País tiveram crescimento, com 3,6% no Sudeste, 13,5% no Sul e 2,3% no Nordeste. Outro destaque é o segmento automotivo, que continua com o consumo em alta, sinal de que o GNV segue competitivo na comparação com os combustíveis líquidos”, explica Augusto Salomon, presidente executivo da Abegás.

De acordo com o presidente da Abegás, os investimentos no setor podem ficar comprometidos diante da proposta da Petrobras de uma mudança na lei visando o atendimento direto às refinarias, plantas de fertilizantes (Fafens) e termelétricas.

“Essa proposta comprometerá a receita e os investimentos das distribuidoras, onerando a tarifa para os demais consumidores, incluindo indústrias que não tiverem acesso a gasodutos de transporte”, afirma Salomon.

Resultados por segmento: GNV segue em crescimento

O consumo de Gás Natural Veicular (GNV) apresentou crescimento de 5,9% em relação a janeiro e de 12% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

No segmento residencial, o crescimento de 11,8% em fevereiro frente a janeiro aponta uma recuperação do período de sazonalidade. Na comparação do primeiro bimestre de 2016 com o mesmo período de dois meses de 2016, o crescimento foi de 4%.

O segmento comercial registrou alta de 12,8 em relação a janeiro, mas também apresenta reflexos da estagnação econômica do País. A retração no comparativo com fevereiro de 2016 foi de 5,3%.

A cogeração teve retração 2,13% em relação ao mês anterior, reflexo da desaceleração da produção industrial no País.

Já a geração elétrica a gás natural apresentou alta de 1% em fevereiro em relação a janeiro. Na comparação com o mesmo período do ano anterior a retração é de 34,2%, consequência do menor despacho termoelétrico requisitado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) neste ano frente a fevereiro de 2016.

Destaques de consumo nas regiões em fevereiro/2017 ante janeiro/2017
 

  • Centro-Oeste – Crescimento de 4,6% no segmento residencial.
  • Nordeste – Alta de 4,2% no segmento residencial.
  • Norte – Crescimento de 7,2% no segmento automotivo.
  • Sudeste – Aumento de 16,3% no segmento residencial.
  • Sul – Crescimento de 19% no consumo residencial.

 

Fonte: Abegás/Sindicomb Notícias (30/05/17

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos 2018

  CopyRight © GasNet - 2013